Aprovação da reforma tributária pode ser a diferença entre o governo realizar ou não políticas públicas no pós-pandemia

por | 16/07/2020 | Impressões

Foto: Reprodução YouTube | In Press Oficina

Segundo Bernard Appy, idealizador da PEC 45/2019, uma das principais propostas de reforma tributária no Congresso Nacional, o avanço do tema pode ser o diferencial para que o governo consiga atuar no contexto pós-pandemia. “A aprovação da reforma tributária pode ser a diferença entre a solvência e a insolvência do setor público brasileiro. Ou seja, do poder público poder realizar políticas públicas. Ela se tornou ainda mais importante por conta do endividamento decorrente da pandemia”, afirma Appy durante live realizada na manhã de hoje (16/7) pela In Press Oficina.

Além do economista, o webinar contou com a participação de Mário Sérgio Carraro Telles, gerente de Política Econômica da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Kleber Cabral, presidente do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional) e teve a moderação de Patrícia Marins, sócia-diretora da In Press Oficina e especialista em gestão de crise, imagem e reputação.   

Leia o texto completo no blog .

Cabeças do Congresso: DIAP identifica os 100 operadores-chave do parlamento

O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) divulgou hoje (16/7) a tradicional pesquisa Cabeças do Congresso, listando os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. Além de listar 70 deputados e 30 senadores que considera operadores-chave do processo legislativo, o DIAP classifica estes atores entre debatedores, articuladores/organizadores, formuladores, negociadores e formadores de opinião.

Destaques

Paim segue como um dos mais influentes

O Senador Paulo Paim (PT/RS) é o único parlamentar a figurar entre os cabeças do Congresso em todas as 27 edições desde a primeira edição do levantamento, em 1994.

Mulheres representam apenas 12%

A representação feminina do Congresso Nacional ainda está longe do ideal. As 77 deputadas representam 13% da Câmara dos Deputados, enquanto as 13 senadoras, 2% do Senado Federal. Entre os cabeças do Congresso, há apenas 10 deputadas e 2 senadoras:

  • Deputada Alice Portugal (PCdoB/BA)
  • Deputada Carmem Zanotto (CIDADANIA/SC)
  • Deputada Erika Kokay (PT/DF),
  • Deputada Fernanda Melchionna (PSOL/RS)
  • Deputada Gleisi Hoffmann (PT/PR)
  • Deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ)
  • Deputada Luiza Erundina (PSOL/SP)
  • Deputada Perpétua Almeida (PCdoB/AC)
  • Deputada Professora Dorinha (DEM/TO)
  • Deputada Tabata Amaral (PDT/SP)
  • Senadora Daniella Ribeiro (PP/PB)
  • Senadora Simone Tebet (MDB/MS)


Novos cabeças confirmam trajetória de ascensão

Parlamentares que vem angariando espaço no parlamento foram identificados como cabeças do Congresso. Foram incluídos no levantamento desse ano:

  • Deputado Diego Andrade (PSD/MG)
  • Deputada Fernanda Melchionna (PSOL/RS)
  • Deputado Fernando Coelho Filho (DEM/PE)
  • Deputado Hugo Motta (Republicanos/PB)
  • Deputado Luciano Bivar (PSL/PE)
  • Deputado Paulo Ganime (Novo/RJ)
  • Deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB/MA)
  • Deputado Pedro Paulo (DEM/RJ)
  • Deputada Perpétua Almeida (PCdoB/AC)
  • Deputada Professora Dorinha (DEM/TO)
  • Deputado Wolney Queiroz (PDT/PE)
  • Deputado Zé Silva (Solidariedade/MG)
  • Senador Álvaro Dias (Podemos/PR)
  • Senador Wellington Fagundes (PL/MT)

Amanhã é dia de Escutar Seu Coração

A crise sanitária expôs fissuras no sistema público de saúde, mesmo com a histórica condição de fragilidade. Dados oficiais demonstram que os cardiopatas estão entre os mais vulneráveis ao novo coronavírus, o que torna o ainda mais necessário um olhar cuidadoso para estes pacientes. 

O choque causado pelo coronavírus e a ameaça de colapso do sistema despertam o desejo latente de ações em prol do aprimoramento da gestão do SUS. Assim, a busca por formas de prestação de serviços de saúde mais eficientes e novas tecnologias na área da saúde podem ser grandes aliadas na redução de custos, além de contribuir para o cumprimento de metas e redução do número de pacientes aguardando atendimento. 

Diante deste cenário, a campanha Escute seu Coração convoca grandes especialistas em saúde pública e cardiologia para repensar a atenção ao paciente com valvopatia no sistema de saúde brasileiro. 
Médicos e parlamentares estarão engajados em torno de soluções menos invasivas, que aumentem a sobrevida e garantam maior qualidade de vida para o cidadão.

O debate contará com a participação de:

  • Deputado Alexandre Padilha (PT/SP), médico infectologista, ex-ministro das Relações Institucionais e ex-ministro da Saúde;
  • Senador Nelsinho Trad (PSD/MS), médico com especialização em cirurgia geral, urologia, Medicina do Trabalho e Saúde Pública. 
  • Dr. José Armando Mangione, Cardiologia Intervencionista, membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia e ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBHCI)
  • Dr. Eduardo Rocha, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

O evento será realizado na sexta-feira (17/7), às 15h, com transmissão ao vivo pelo Youtube, no canal da In Press Oficina https://youtu.be/eLq8-OyzmGw 

A reflexão

Hashtags do dia

Números do dia

Você conta com os times de Public Affairs e Comunicação Digital em Brasília. Somos especializados em:

  • monitoramento de redes sociais
  • business intelligence
  • treinamento de porta-vozes
  • mapeamento de stakeholders
  • monitoramento do ambiente de poder
  • pesquisas junto ao Executivo e Legislativo
  • estratégias de Public Affairs
  • advocacy
  • soluções LGPD
  • comunicação estratégica
  • conteúdo para redes sociais
  • comunicação digital