fbpx

Cérebro: o verdadeiro criador de tudo

por | 28/10/2020 | Impressões

Arte: TecMundo

O centro do universo é o cérebro humano. Quem prega essa tese é o neurocientista Miguel Nicolelis, considerado um dos 20 cientistas mais influentes do mundo pela revista Scientific American, e convidado de amanhã do Arena de Ideias, webinar da In Press Oficina, para falar sobre  “Cérebro, criador do universo e a Comunicação”.

Polêmico, Nicolelis lançou, em agosto passado, a obra O Verdadeiro Criador de Tudo – Como o Cérebro Humano Esculpiu o Universo como Nós o Conhecemos pela Editora Planeta. Se o cérebro humano é o verdadeiro criador do universo, seria necessário explorar uma nova cosmologia.

Professor da Universidade Duke, nos Estados Unidos, desde 1994, o neurocientista defende que a inteligência artificial nunca vai superar as sinapses que acontecem no cérebro humano. Para ele, a mente jamais será reproduzida por um sistema digital. Isso porque “não é algorítmica”.

O Arena, excepcionalmente, ocorrerá às 10h30 e num formato com convidado único sendo entrevistado pelo time de diretoras da In Press Oficina: Patrícia Marins (sócia-diretora), Miriam Moura (Diretora de Curadoria e Novos Produtos), Fernanda Lambach (Diretora de Relacionamentto com o Poder Público). 

Inscreva-se no link e receba o lembrete para entrar na nossa Arena. 

Tereza Cristina, a preferida no Congresso

Foto: UOL

Mais uma vez, os ministros Tereza Cristina (Agricultora) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) são os mais bem avaliados pelas principais líderes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal que participaram da nova onda da pesquisa Painel do Poder, realizada pelo site Congresso em Foco.

 A dupla tem ocupado o topo da preferência dos entrevistados desde as primeiras avaliações de performance de ministros do atual governo.  Outros dois ministros também estão mantendo a posição que conquistaram desde o começo, porém como os piores da Esplanada, na opinião dos entrevistados. São eles: Ricardo Salles, do Meio Ambiente, e Ernesto Araújo, das Relações Exteriores.

A última edição da pesquisa detectou também que as lideranças do Congresso preferem Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, a Paulo Guedes, da Economia, respectivamente terceiro e quarto colocados. Os dois, que já trabalharam juntos, têm protagonizado divergências. Marinho passou de braço direito a desafeto ao tentar emplacar programa que previa altos investimentos em obras, impactando o teto de gastos.

A cada três meses, o Painel do Poder mede “o humor do Parlamento” sobre assuntos em tramitação e atuação de autoridades. A avaliação é pontuada numa escala de 1 a 5, quanto maior a aprovação, maior o número.  

Dia do Servidor e a reforma administrativa

Foto: Presidência | Divulgação

A reforma administrativa, no seu sentido mais comum, é o processo de transformação de sistemas, procedimentos e estruturas administrativas vinculadas ao Poder Público para torná-las compatíveis com a estratégia de desenvolvimento, além de fortalecer a capacidade executiva do Estado em um contexto de planejamento. 

A definição, que pode parecer bastante técnica, passa também por extenso processo político que interfere diretamente nas estruturas de Poder. A complexidade do tema é percebida através do entrave envolvendo a Reforma Administrativa dentro das estruturas de poder, especialmente as  do Executivo. 

Apesar de ser bandeira defendida pelo ministro da Economia, a pasta perdeu dois de seus secretários por conta da paralisação na agenda de reformas ditas prioritárias pelo presidente Jair Bolsonaro. 

A convergência entre o deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ) e o ministro Paulo Guedes, no entanto, ainda não foi suficiente para destravar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que altera dispositivos da administração pública, seguindo como objeto de disputas de poder. 

Maia, defensor da aprovação da Reforma Administrativa, barganha a presidência da Comissão Mista de Orçamento e a aprovação de iniciativas para conter os gastos do Governo. Em  contrapartida, pretende, por meio de manobras legislativas, agilizar a tramitação da PEC no Congresso Nacional e retomar as discussões ainda este ano.

A reforma administrativa, enviada ao Congresso em setembro, voltou a ser lembrada hoje, Dia do Servidor. No Planalto,  a data foi celebrada com uma cerimônia. “Jamais nós poderemos sonhar com um governo de sucesso se não tivéssemos ao nosso lado brasileiros realmente preocupados e interessados e prontos para se dedicar cada vez mais pelas políticas de Estado”, disse Bolsonaro. 

A reflexão

Arte: In Press Oficina

Hashtags do dia

Arte: In Press Oficina

Números do dia

Arte: In Press Oficina | Fonte: Conass

Você conta com os times de Public Affairs e Comunicação Digital em Brasília. Somos especializados em:

  • mapeamento de stakeholders
  • monitoramento do ambiente de poder
  • pesquisas junto ao Executivo e Legislativo
  • estratégias de Public Affairs
  • advocacy
  • soluções LGPD
  • comunicação estratégica
  • conteúdo para redes sociais
  • comunicação digital
  • monitoramento de redes sociais
  • business intelligence
  • treinamento de porta-vozes