fbpx

Liderança corporativa assume protagonismo verdadeiro e transparente na pandemia

por | 10/06/2021 | Notícias

Arena de Ideias debateu o papel ativo que o CEO Power Leadership exerce na comunicação corporativa para construir vínculos de confiança com colaboradores e com a sociedade

A pandemia acelerou tendências, transformou comportamentos e responsabilidades da liderança corporativa. O CEO Power Leadership assumiu um novo protagonismo estratégico, empático e verdadeiro, comprometido com o que a empresa representa para a sociedade. Nesse contexto, a comunicação tornou-se fundamental para transmitir o propósito com transparência. O webinar Arena de Ideias desta quinta-feira (10) recebeu líderes corporativos para discutir a mudança no perfil dos CEOs e as novas perspectivas da liderança num mundo pós-pandemia.

O presidente da Anglo American Brasil, Wilfred Bruijn (Bill), afirma que não basta para a liderança comunicar de forma clara e transparente com todos os públicos. Segundo ele, para impactar e transmitir segurança para públicos e acionistas é  preciso ir além de simplesmente informar.

“Os líderes têm um papel muito importante de tranquilizador e de empatia.  É preciso falar de coração, como se fala com amigos, porque a credibilidade que a gente passa ajuda a informar, principalmente num momento como vivemos hoje. É preciso um esforço adicional para conectar, entrar no mundo das pessoas e dar a segurança que precisam”.

Para a CEO e fundadora da Ah! Sim, primeira construtech especializada em reformas com tecnologia do Brasil, Mariane Carneiro da Cunha, este é o momento de os líderes assumirem um novo papel diante das transformações tecnológicas e da sociedade. “Esta grande crise está trazendo a possibilidade de uma reflexão maior e o que é o papel do líder, não só para a sua estrutura, mas para a sociedade como um todo. Estamos num momento que as empresas estão precisando assumir a responsabilidade para fora”.

Diante desse novo protagonismo, é imperativo que a liderança tenha presença estratégica externa e represente os valores, o propósito e a cultura da empresa. É o que afirma a jornalista e sócia-diretora da In Press Oficina, Patrícia Marins. “Os líderes protagonistas dessa comunicação precisam ser estratégicos, verdadeiros e autênticos. Este é o momento em que a sociedade espera que a liderança não seja omissa. O líder assume o protagonismo e começa a falar, porque a comunicação acalma”.

Assista o webinar na íntegra:

Incertezas da pandemia são desafio extra aos líderes

O cenário de incertezas imposto pela pandemia é um desafio a mais para os líderes. Neste contexto, os CEOs precisam tomar decisões rápidas e certeiras, que acabam tendo impacto direto na sociedade. Ou seja, é preciso agir com sensibilidade intuição, em conjunto com a equipe.

“A gente tem usado muito a percepção de campo, o feeling sobre o que pode acontecer com as decisões que vou tomar agora e ouvindo muito o time. A grande questão da pandemia é que não existem respostas absolutas, pois tudo está sendo vivenciado no dia a dia. Somos personagens de um filme do qual não conhecemos o roteiro, mas estamos nos adaptando a questões dinâmicas de cada momento”, afirma Mariane.

Para Bill, embora a pandemia seja um momento de dor e sem previsão para terminar, é hora de tirar aprendizados e lições. “A crise nos leva a muitas oportunidades. Estamos aprendendo muito. A gente precisa ser forte e essa resiliência não é uma escolha, é quase uma necessidade: ser um bom exemplo e guiar nossa equipe e família”.

Na mesma direção, Patrícia destaca que os líderes que souberem se adaptar a este momento de turbulência sairão fortalecidos. “Ninguém tem a fórmula, mas aqueles que forem presentes e souberem construir juntos, com certeza terão a chance de escrever a história de reconstrução. Hoje eu não toco mais o meu negócio, sou uma gestora do planeta”.