fbpx

O SUS viralizou

por | 08/07/2021 | Impressões

Artistas, jornalistas e atletas costumam ser bem pagos para emprestar voz e imagem a empresas, produtos e serviços. Na TV, rádio, jornais ou nas redes sociais, valem-se da reputação conquistada ao longo das carreiras para recomendar uma ou outra marca. Nos últimos meses, essa chancela tem sido dada gratuitamente ao SUS (Sistema Único de Saúde).

De patinho feio, que só era lembrado pelas longas filas e pela demora em se conseguir uma consulta médica ou acesso a tratamentos, o SUS tem tido sua importância reconhecida por brasileiros influentes, até mesmo pelos que fazem qualquer sacrifício para manter o plano de saúde em dia. Muitos registram e publicam suas experiências ao tomar a vacina contra a Covid e, invariavelmente, agradecem ao SUS.

Essa mudança de percepção começou a ser observada em junho de 2020, depois que o Instituto Butantan anunciou parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac para produção de vacinas contra a Covid, de acordo com levantamento feito pela área digital da InPress Oficina. Antes, o noticiário já exaltava os esforços de milhares de profissionais de saúde que não têm medido esforços no enfrentamento da pandemia.

Em 2020, foram identificadas 1,5 mil publicações que utilizaram a hashtag #VivaOSUS, a grande maioria (55%) no Twitter. No final de outubro e início de novembro, período em que a pandemia estava latente no país e foi iniciado o movimento contra a privatização do SUS, deu-se o pico de publicações. Mas o auge aconteceu em janeiro de 2021, no início da campanha de vacinação.

Em 2021, o uso da # teve um salto de mais de 3.000%, principalmente por conta das discussões em torno da aquisição de vacinas e das primeiras imunizações. De janeiro a junho, já mais de 56 mil publicações com a hashtag #VivaOSUS – o Twitter segue como o canal mais utilizado (84%). Sempre há os detratores, mas a grande maioria das mensagens é de admiração e reconhecimento.